Lancheira escolar. O que devo mandar para o meu filho?

As férias vão terminando e além da lista de material escolar, uniforme, máscara, pandemia, é preciso começar a pensar na lancheira… como montar a lancheira de uma forma mais leve, dinâmica e divertida…?

É comum relatos de que algumas crianças se alimentam melhor na escola por terem seus pares como modelos, por outro lado, outras “ficam de olho” na lancheira do amigo e não querem comer o que está na sua lancheira. Algumas escolas têm regras sobre o que pode ou não conter na lancheira, enquanto outras deixam os pais livres para escolherem.

Mas afinal, o que seria uma lancheira ideal?

Em primeiro lugar, o ideal é que a lancheira seja montada de acordo com o hábito da criança e que ela participe da escolha e montagem da sua própria lancheira. É maravilhosa a oportunidade de envolvê-la na montagem do cardápio dos lanches, inclusive como uma forma de educação, limites, combinados e trocas.

Planejar o conteúdo da lancheira e ter os alimentos disponíveis é fundamental para uma lancheira saudável e equilibrada.
Quanto mais alimentos frescos e menos empacotados, melhor, mas isso não quer dizer que não vale deixar congelado pães, bolinhos, muffin salgado ou doce para facilitar o dia a dia
Vale perceber e considerar como está a fome da criança na semana e lembrar que o apetite varia de acordo com o cansaço, nível de atividade física e mental, estação do ano
É interessante que na lancheira tenha alimentos de todos os grupos alimentares:

  • Pães variados – integrais, coloridos com cenoura, abóbora, beterraba ou espinafre ou biscoito de polvilho ou torrada ou pipoca ou espiga de milho ou bolinho sagado ou doce ou granola ou aveia
  • Pastinhas no caso dos pães – além do tradicional requeijão, que tal incluir homus ou pasta de amendoim, geleia, guacamole, queijo, patê de atum ou pasta de frango (já fica a sugestão caso a criança não tenha hábito de consumir alguns desses alimentos)
  • Frutas variadas (uva, banana, pêssego, ameixa, manga, abacaxi, laranja, tangerina, maçã, pera, melão, melancia…) – se não for fruta de comer inteira, sugiro levar picada com garfo para facilitar o consumo e/ou legumes como cenoura, pepino, tomate, erva doce, salsão
  •  Água ou água de coco ou suco natural (ideal preparar o mais próximo de colocar na lancheira) ou leite ou iogurte (pode deixar congelado e tirar do congelador na hora de colocar na lancheira para conservar melhor)
  •  Castanhas (caju, amêndoas, nozes, pistache), amendoim torrado e sementes de girassol ou abóbora também são boas opções para incrementar a lancheiraSeguem algumas combinações para te inspirar:
  •  Ovo ou ovo de codorna cozido com tomate cereja e água de coco
  •  Palitinhos de Cenoura com homus e suco de uva
  •  Bolinho de banana com uva e pistache
  •  Bolacha de arroz com pasta de amendoim e geleia e ameixa
  •  Iogurte com granola, mirtilo e banana
  •  Pão de cenoura com queijo, manga e suco de laranja
  •  Biscoito de polvilho, palitinhos de cenoura, morango e queijo em cubos
  •  Espiga de milho, muçarela de búfala e mamão com chia

Deixo também uma receita (que pode ser congelada)

BOLINHO DE MAÇÃ COM BANANA

INGREDIENTES
3 bananas maduras
1 maçã
2 ovos
¼ de xícara de açúcar mascavo
3 colheres de sopa de óleo ou azeite
1 xícara de farelo de aveia
1 colher de sobremesa de fermento em pó
Canela a gosto

MODO DE PREPARO
Coloque no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento e bata por cerca de dois minutos. Acrescente o fermento e misture com a ajuda de uma colher. Leve para assar em forma de cupcake, no forno pré-aquecido a 180ºC. Se quiser, deixe uma parte da maçã picada e acrescente na massa antes de levar ao forno.

Estou na torcida para que este ano seja mais tranquilo, leve e repleto de boas escolhas, diversão, alegrias e muita saúde!

Bom retorno a todos!

Texto: Gabriela Halpern
Nutricionista CRN3 8616

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.